skip to Main Content

Não. O Artigo 36.º da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, da qual Timor-Leste é signatário, prevê especificamente que a bagagem pessoal de um agente diplomático não está sujeita a inspeção, o, salvo se existirem motivos sérios para crer que a mesma contém objetos cuja importação é proibida por lei ou sujeita a regulamentos de quarentena. Caso seja um diplomata registado e lhe peçamos para revistar a sua bagagem, deverá pedir imediatamente para falar com um diretor ou supervisor.

Avaliação
Diga-nos mais
Como classificaria a sua experiência?
Tem algum comentário adicional?
Seguinte
Insira o seu email se desejar que o contatemos para lhe dar resposta.
Voltar
Submeter
Obrigado por submeter a sua opinião.